Os cookies.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.

Antologia grega, epigramas ecfrásticos (Livros II e III)

Sobre o item

Outro título
Greek anthology, ecphrastic epigrams (Books II & III)
Descrição Material
74 p.
Resumo
The Greek Anthology, a compilation of epigrams from the Classical, Hellenistic and Byzantine periods, is the larger epigrammatic garland in Greek language that we possess. Organized in modern times in 16 books, it depends mostly on two manuscripts, the so-called Palatinus (Palatinus Graecus 23 + Parisinus Graecus Suppl. 384 – X cent.) and Maximus Planudes’ autograph (Marcianus Graecus 481 – beginnings of the XIV). This volume, the first of a planned series, offers the translation of two of those 16 books, thematically united by the fact that both gather ecphrastic epigrams, i.e. poems composed upon plastic works of art. With Book II, work of Cristodoros from the beginnings of the VI century AD, the reader can walk through the statuary collection held at the famous baths of Zeuxippus in Constantinople. As for Book III, it gathers 19 anonymous epigrams on the pillars of the Apollonis Temple in Cyzicus (built in the II cent. BC), which must also had been composed in the VI century AD. Altogether, Books II and III end-up being a testimony of the use of poetry with political and touristic purposes. Besides a thematic and linguistic introduction, which does not intent to be extensive, the translation also presents some interpretative notes, especially related to myth.
A Antologia Grega, reunindo epigramas dos períodos clássico, helenístico e bizantino, constitui o mais extenso florilégio epigramático em língua grega conservado. Modernamente organizada em 16 livros, depende maioritariamente de dois códices, o chamado Palatinus, do século X (Palatinus Graecus 23 + Parisinus Graecus Suppl. 384) e o autógrafo de M. Planudes (Marcianus Graecus 481, do início do séc. XIV). O presente volume, que pretende ser o primeiro de uma série, apresenta a tradução de dois desses 16 livros, tematicamente unidos pelo facto de conterem epigramas ecfrásticos, ou seja, compostos a partir de obras de arte plásticas da Antiguidade. Com o Livro II, composto nos primeiros anos do século VI da era cristã por Cristodoro, o leitor passeia-se pela coleção de estátuas patentes nos famosos Balneários de Zêuxipo em Constantinopla. Já o Livro III, descrevendo os relevos dos pilares do Templo de Apolónis em Cízico (erigido no século II a.C.), reúne 19 epigramas de autoria desconhecida que, contudo, parecem de datar do mesmo século VI. Ambos, porém, dão testemunho do uso da poesia com finalidades políticas e turísticas. Além de uma introdução temática e linguística, que não pretende ser exaustiva, a tradução vem acompanhada de notas explicativas, sobretudo mitológicas.
DOI
10.14195/978-989-26-1029-0
ISBN
978-989-26-1028-3
978-989-26-1029-0 (PDF)
Acesso
open access
Coleção Digital
Pombalina
Local de publicação
Coimbra
Idioma
Português
Tipo
Livro
Nº de visualizações
107
Nº de downloads
34