Os cookies.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.

A coleção de vasos gregos do Instituto Gómez-Moreno: Fundação Rodríguez-Acosta, Granada

Sobre o item

Outro título
The greek vase collection from the Gómez-M-Moreno: Institute Rodríguez-Acosta Foundation, Granada
Resumo
In this monographic volume of the CLASSICA INSTRUMENTA series we present some Greek vases gathered by the archaeologist and historian Manuel Gómez-Moreno Martínez (1870-1970) from Granada, Spain. These vases are now part of the Rodríguez-Acosta Foundation (Granada) that houses part of the vast art collection gathered by that intellectual. This is a collection that includes twenty-three Greek vases, five of which are of exceptional quality and from the collection of the pontifical Marquis of Cubas, D. Francisco de Cubas y González-Montes (1826-1899). After a brief introduction on the beauty and perennity of Greek vases inspired by the Gómez-Moreno collection, we present the background of this unique character of the 20th century and we reconstitute his assemblage in the current collections of the Instituto Goméz-Moreno, based in the Rodíguez-Acosta Foundation, in Granada. Next, follows the catalogue, where we wish to make the studied specimen known through a brief description of the decorative motives and, when possible, an attribution. In this collection there is a very interesting kalpis, which we can set in the context of the reproduction and creation of fakes of the 19th century.
Neste volume monográfico da série CLASSICA INSTRUMENTA, apresentam-se vasos gregos reunidos pelo arqueológo e historiador granadino Manuel Gómez-Moreno Martínez (1870-1970), e que hoje fazem parte da Fundação Rodríguez-Acosta (Granada) que alberga parte de uma vasta coleção de arte reunida por aquele intelectual. Trata-se de um acervo que inclui 23 vasos gregos, cinco dos quais de excecional qualidade, provenientes da coleção do Marquês pontifício de Cubas, D. Francisco de Cubas y González-Montes (1826-1899). Depois de uma breve apresentação sobre a beleza e perenidade dos vasos gregos, a partir da coleção Gómez-Moreno, apresenta-se um enquadramento e “memória” desta figura ímpar do século XX e a reconstituição da sua coleção nos atuais acervos do Instituto Goméz-Moreno, com sede na Fundação Rodíguez-Acosta, em Granada. Segue-se o estudo de catálogo onde se pretende dar a conhecer os exemplares estudados, através de uma breve descrição dos motivos decorativos e, quando possível, a sugestão de uma atribuição. Nesta coleção figura uma interessantíssima kálpis, certamente enquadrável no contexto da reprodução e criação de falsos no século XIX.
DOI
10.14195/978-989-26-1199-0
ISBN
978-989-26-1198-3
978-989-26-1199-0 (PDF)
Acesso
open access
Coleção Digital
Pombalina
Local de publicação
Coimbra
Idioma
Português
Tipo
Livro
Nº de visualizações
91
Nº de downloads
24