Os cookies.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.

Norma e transgressão: contributos para a definição de padrões de identidade/alteridade nas Histórias de Heródoto

Sobre o item

Resumo
As dinâmicas de construção da identidade ganham contornos particularmente propícios aos conflitos de identificação e tratamento em contexto de multiculturalismo. Na qualidade de entidade reguladora da vida em sociedade, a norma exerce sobre os indivíduos uma pressão institucional que pode resultar, por parte do ‘eu’ em relação a essa mesma norma, no desenvolvimento do sentimento de pertença ou despoletar uma atitude de fractura. Determinante para o estabelecimento de contactos entre indivíduos de culturas diversas, a mobilidade tem, ao longo da história da humanidade, contribuído, se não para o desenho de identidades multiculturais, pelo menos para que o ego tome consciência de si, através do confronto com o alter. Neste estudo são considerados exemplos extraídos da obra do primeiro historiador, Heródoto, ilustrativos de como a juventude é uma fase da vida dos indivíduos tendencialmente favorável à ruptura, o mesmo é dizer, à transgressão da norma
DOI
10.14195/978-989-26-0368-1_2
ISBN
978-989-26-0368-1 (PDF)
Acesso
open access
Coleção Digital
Pombalina
Local de publicação
Coimbra
Idioma
Português
Tipo
Conferência
Nº de visualizações
68
Nº de downloads
11
Notas
http://hdl.handle.net/10316.2/3181